A Seleção

By Thaís Muniz - 07:26:00

A Seleção

Kiera Kass

A Seleção, livro 1.



Em um futuro distante, os Estados Unidos não existem mais. Os Estados Unidos se tornou Illéa. A população de Illéa foi dividida por castas. A castas são denominadas de um a oito; onde um é a família Real e oito, é a classe social mais baixa (pobre).
A seleção, é um evento com 35 candidatas, onde o Príncipe irá escolher entre elas, sua futura esposa, para se tornar Princesa e depois Rainha de Illéa.

As 35 garotas, entre 16 e 20 anos são levadas ao palácio por tempo indeterminado, para que o Príncipe possa conhece-las e com o passar do tempo, escolher a sua futura esposa. As eliminações são feitas pelo próprio Príncipe, a medida que ele vai conhecendo suas candidatas. Não existe tempo para que ele escolha alguém, apenas que ele escolha e case-se com ela.

O livro é narrado por América. América Singer, é uma garota de classe cinco, onde sua vida não é das melhores e também nem das piores, mas existem dificuldades por "ser uma cinco". Ela é apaixonada por Aspen, eles sonham em poder se casar futuramente.
Aspen é de classe seis. O que dificulta um pouco as coisas o romance escondido dos dois. A lei não impede que uma mulher se case com alguém de casta mais baixa, mas dificulta bastante as coisas para que mudem de ideia.
Sua mãe, não sabendo que América tem planos para o futuro, apoia e pressiona América para as inscrições.

"Eu não estava afim de sacrificar meus sonhos, independente do quanto minha família era importante para mim."

Com a data das inscrições para a Seleção próximas, Aspen faz um pedido para América: não descartar a possibilidade de se inscrever. Ele tem medo que se casando com América, eles passem por muitas dificuldades e a Seleção é uma oportunidade de América viver melhor e ter um futuro melhor que ele possa dar.

Então América se inscreve e é surpreendida quando ela é uma das 35 candidatas. Mas ela não deseja a coroa, ela ainda deseja se casar com Aspen.
Mesmo com o romance de América abalado e sua proximidade ao príncipe Maxon, ela deixa claro que seu coração pertence à alguém mas, que iria ajuda-lo como amiga.

“Não sou burro o bastante para crer que você esqueceu seu antigo namorado. Sei pelo que vocês passaram e que as circunstancias aqui não são exatamente normais. Sei que você acha que há moças aqui mais adequadas para mim e para a vida no palácio. Não quero me apressar e tentar ser feliz com qualquer uma Eu só...só quero saber se é possível...”

Mas a convivência pode trazer sentimentos inesperados. E os sentimentos de América podem ficar confusos...

A história nos prende como chiclete. Envolvente, leve e cativante. A amizade que Maxon e América vão construindo ao decorrer da história é natural, sem muitas pressões e digamos que bem sincera, já que América deixa claro como ela se sente. Estou muito curiosa para saber como ficará esta história no próximo livro. Claro que estou torcendo para Maxon, Aspen não roubou meu coração.



 Atenção! 
— Imagem não autoral!
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Informações sobre o livro:
A Seleção
Kiera Kass
Editora Seguinte
páginas

Sinopse: Nem todas as garotas querem ser princesas. America Singer, por exemplo, tem uma vida perfeitamente razoável, e se pudesse mudar alguma coisa nela desejaria ter um pouquinho mais de dinheiro e poder revelar seu namoro secreto.Um dia, America topa se inscrever na Seleção só para agradar a mãe, certa de que não será sorteada para participar da competição em que o príncipe escolherá sua futura esposa. Mas é claro que seu nome aparece na lista das Selecionadas, e depois disso sua vida nunca mais será a mesma...

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários