POSTS RECENTES

O Primeiro Último Beijo

O Primeiro Último Beijo

Ali Harris


Neste livro, conhecemos Molly. Perdida entre as caixas da mudança e as lembranças que o seu (antigo) lar trás. Embarcamos com ela em suas lembranças e conhecemos Ryan.
As lembranças de Molly se intercalam com o seu presente, nos mostrando as "idas e vindas do amor" por Ryan.


Molly e Ryan se conheceram ainda no colegial. Ela nunca imaginaria que um cara totalmente popular se interessaria pela menina “estranha”.
De fato então, o relacionamento dos dois começou bem cedo e aos 22 anos os dois já moravam juntos.


Mas Molly nunca pensou em amor verdadeiro, casamento e uma vida romântica… Ela pensa em sua liberdade, em não precisar dar satisfação a ninguém. Essas coisas de gente desapegada. Então tudo o que parecia um mar de rosas, não foi completamente valorizado e ela diversas vezes colocou tudo a perder.  — O que me deixou surpresa e bem irritada!


"Sabe essas pessoas que pensam na vida como momentos de filme? Que caminham pela rua com uma trilha sonora tocando internamente, ou se imaginam como o personagem de uma comédia romântica quando têm um encontro? Bem, eu não sou assim. Até conhecer Ryan, nunca pensei que minha vida pudesse ter qualquer coisa cinematográfico, e depois quando ficamos juntos, parecia confortável demais para ser epicamente romântica. Às vezes eu ficava desesperada, se é que posso dizer isso, para me apaixonar loucamente. Talvez isso se devesse ao meu trabalho em revistas femininas, mas eu Molly Carter, estava hipnotizada pelo maior inimigo da mulher: o fim do conto de fadas."


Molly então percebe tudo aquilo que ela deixou escapar da sua vida, era tudo aquilo que ela mais buscava: estar segura em um relacionamento, um amor real e sincero, alguém para se compartilhar uma vida.  — O que nos faz pensar em quantas vezes somos egoístas e pensamos mais em nós mesmos e deixamos escapar tantas coisas das nossas vidas, para então, depois percebermos o quanto era aquilo que nós mais precisávamos.   


"E então surgiu Ryan. Meu homem perfeito, o amor da minha vida. Eu o quis, eu o tive, aí fiquei meio entendiada e joguei tudo fora. Precisei ir até o outro lado do mundo para descobrir que tudo que eu sempre quis estava me esperando em casa."


Confesso que fiquei um pouco confusa com a ordem cronológica da história e aos poucos fui "encaixando peça por peça".
Molly algumas vezes também me irritou por sua imaturidade (ainda quando era nova), quando ela conta sobre o seus erros no passado. Ela demonstrou ser muito egoísta, ao pensar só em si. O que deixou em dúvidas se ela realmente amava Ryan. Mas no decorrer da leitura, não tive dúvidas do amor dela. Eu me envolvi o tempo todo com seus sentimentos e as vezes fiquei surpresa com algumas atitudes.


E enquanto eu ainda “encaixava peça por peça” dessa história, tentando entender o por quê e onde Ryan estava, imaginei possibilidades de algumas coisas e não me vi errada, mas de certa forma me surpreendeu. O fato que a atora construiu uma história tão linda, intensa e humana, que me comoveu. Me arrancou lágrimas, muitas lágrimas.


A autora também deixou uma grande reflexão com essa história, não só no final, mas no livro todo, que sem dúvidas toca no coração da gente. Porque de verdade, quantas vezes desperdiçamos um momento, mesmo que seja simples?
Eu não me permito escrever mais para vocês sobre este livro, porque eu estaria falando demais (e até mesmo dando spoiler). Mas o que posso dizer para vocês que: apenas leiam. Porque eu no momento não sei o que dizer, apenas sentir.
E sem dúvidas, tornou-se um dos meus livros favoritos.



"Quantos beijos desperdiçamos, limpamos, jogamos fora, e depois, quando não estão mais ali, quantas vezes desejamos poder revivê-los infinitamente? Isso me assombra às vezes, quando estou no fundo do poço, me perguntando o que Ryan está pensando, o que está fazendo. Lembro-me de quando pensar em Ryan beijando outra pessoa era a pior coisa que podia acontecer. Agora eu sei que não é."  

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Informações sobre o livro:

O Primeiro Último Beijo
Ali Harris
Editora Verus
448 páginas
Sinopse: “O primeiro último beijo” conta a história de amor de Ryan e Molly, de como eles se encontraram e se perderam diversas vezes ao longo do caminho. Na primeira vez em que eles se beijaram, Molly soube que ficariam juntos para sempre. Seis anos e muitos beijos depois, ela está casada com o homem que ama. Mas hoje Molly percebe quantos beijos desperdiçou, porque o futuro lhes reserva algo que nenhum dos dois poderiam prever…Esta história comovente, bem-humorada e profundamente tocante mostra que o amor pode ser enlouquecedor e frustrante, mas também sublime. Na mesma tradição de P.S. Eu Te amo e Um Dia, O Primeiro Último Beijo vai fazer você suspirar e derramar lágrimas com a mesma intensidade.





Esta resenha você também

encontra no blog Doce Leitura. 

© BLOG CORAÇÃO DE LEITORA. Todos os direitos reservados.
Editado por: VICTÓRIA DANTAS.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo