Talvez Um Dia

By Thaís Muniz - 11:42:00

Talvez Um Dia

Colleen Hoover


No seu 22º aniversário, Sydney descobre a traição das pessoas que ela mais confiava: seu namorado e sua melhor amiga. O pior de tudo que eles faziam isso debaixo do seu nariz.

Completamente magoada, pu#ta da vida e com raiva junta suas coisas e vai embora, mesmo sem ter lugar para ir. Ao chegar lá fora, longe dos traidores, ela percebe que esqueceu sua bolsa com carteira e fica ali parada, debaixo de uma forte chuva, sem saber o que fazer. Ridge digamos que via de longe a situação, pede sua colega de apartamento para resgatar Sydney.

Mas antes de prosseguir com a história, vamos atualizar um pouco as coisas: Ridge é o cara que toca violão todas as noites na varanda de seu apartamento (que é oposto onde é o apartamento de Sydney). Sidney apreciava todas as noites de longe a música dele, achava fascinante o jeito que ele tocava suas músicas. Até que um dia, Ridge faz o primeiro contato, ao perceber que ela estava sempre ali, observando e atenta as suas músicas. Então, a partir daquela noite, eles mantem contato por mensagem, um ajudando o outro com a música, mesmo não se conhecendo pessoalmente.

Depois de Ridge ajudar sua nova amiga, dia após dia eles continuam com a sua parceria musical, que é realmente incrível! Sydney se vê ainda mais fascinada pela música dele, depois de entender como ele toca tão bem mesmo sendo surdo. Mas com essa parceria, começa a surgir outras coisas, outros sentimentos, não só pela música: um sentimento  digamos que indesejado.

Ridge se sente dividido, mas luta de todas as formas para continuar a ser leal ao seu amor por Maggie.
Já Sydney (apesar de apaixonada) não quer se tornar a nova Tori “a amiga traira” e também não quer que Ridge se torne o novo Hunter.

Mas o coração as vezes prega uma peça, não é mesmo? E como lutar com um sentimento intenso e incontrolável? Como manter-se longe de um amor?

“Não é tão fácil quando você está tentando vencer uma guerra contra o coração.”
Talvez um dia o amor de Ridge e Sydney possa “viver” finalmente sem que nada os impeça...


Sinceramente achei incrível essa história desde a primeira folha. A história de Sydney já no início me deixou bastante envolvida! E quando aparece Ridge na sua vida então, aí que não quis parar de ler mesmo!
Sem dúvidas é um livro muito envolvente e eu adorei todos os personagens (menos Tori E Hunter haha).
E essa história me fez rir, me fez amar, sofrer e chorar também!


Uma coisa que eu achei fantástica é mesmo que Ridge tenha uma deficiência auditiva e o mundo dele ser um pouco “diferente” em algumas coisas, é que este personagem nos faz ver as coisas com outra perspectiva. Achei incrível e bem original.


E o fofo é que o livro tem sua trilha sonora, em que os personagens estão ali juntos escrevendo. O que torna mais especial!
E se você quiser escutaras músicas, é só acessar este link e conferir as músicas, ou ouvir cada uma delas quando se passa na sua leitura! Não é um amor??

Esta resenha você também encontra no

blog Doce Leitura.
(imagem não autoral|créditos antesdascinco) 

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Informações sobre o livro:

Talvez Um Dia - Colleen Hoover

Editora Galera Record
368 páginas

Sinopse: Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários