POSTS RECENTES

Um Pedido As Estrelas


Um Pedido Às Estrelas

Priscille Sibley

Nas vésperas do Dia dos Pais, resolvi (re)publicar uma resenha que fiz há algum tempo, dessa história comovente e com um paizão, que luta bravamente para ter a chance de ter seu filho. Conheça a história de Matt:
Elle e Matt são vizinhos, o que contribui para o sentimento desses jovens a florescer cada dia mais. A história conta que eles namoraram por um tempo na adolescência, mas também se separaram e seguiram a vida deles antes do destino uni-los novamente e então se casarem.
Elle havia se tornado uma grande astronauta e Matt um neurocirurgião.
Como a maioria das mulheres, a vontade de ser mãe batia na porta. Porém, ela sabia que seu desejo mais profundo mal tinha possibilidades de acontecer. Elle tem uma doença que impedia que suas gestações fluíssem normalmente. E com isso, suas tentativas acabavam se tornando frustradas.

Mas eis que o pior aconteceu: Elle sofre um grave acidente: ela cai do alto da escada e bate a cabeça, resultando em uma morte cerebral. Seu corpo ali continuava vivo, mas sem chances de um dia ela acordar...

Antes do acidente, Elle já havia dito que jamais queria prolongar sua vida com aparelhos, caso algo um dia lhe acontecesse (o motivo você encontra no livro! #SemSpoiler).  
E Matt como um excelente marido, está disposto a deixa-la “ir” quando recebe a notícia que faz ele repensar tudo: Sua esposa está grávida!

Receber em seu local de trabalho que sua esposa sofreu um acidente e resultou em uma morte cerebral já é um "baque", agora, imagine então descobrir que ela está grávida? E estar ciente que sua esposa nunca quis uma vida prolongada por aparelhos?
É, não é fácil amigos! E para Matt não seria problema fazer sua vontade. Mas...
Um bebê muda tudo.
Ele pode ser a única coisa que pode restar de Elle.
Ele pode ser seu sonho realizado.

E como não lutar por ele?
Como deixar Elle partir sem ao menos tentar salvar o bebê?

É aí que as coisas se complicam mais ainda!
A mãe de Matt (Linney) tem um documento que comprova a vontade de Elle de não viver artificialmente... #oremos
Então mãe e filho, lutam pelo futuro de Elle e do bebê: deixá-la ir em paz desta vida contra deixá-la estável por mais alguns meses até que o bebê tenha possibilidades de nascer.

O que você faria?

Não vou mentir, impossível não se envolver extremamente com essa história e não sofrer junto com Matt.
Confesso que lutei junto com ele na esperança de um milagre neste livro. Não dava para parar de ler enquanto não soubesse o desfecho. E saber SE tudo iria ficar bem.
A leitura flui muito bem e pra mim sem muita enrolação. A história descrita é na primeira pessoa e vai mudando entre o passado e o presente, para ficarmos mais ligados com a história de Elle e Matt.

Sem dúvidas é um livro maravilhoso, emocionante e MUITO envolvente.
Eu SUPER recomendo e agradeço minha amiga por ter me recomendado e emprestado este livro. Por ele comecei a gostar da leitura. Por ele comecei a embarcar nas histórias, como se estivesse vivendo-as também!
E como não se sentir próxima a essa história?
Não deixem de ler...

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Informações sobre o livro:
Um Pedido ás Estrelas - Priscille Sibley
Editora Benvirá - 320 páginas
Sinopse: Após um grave acidente, Elle sofre um trauma cerebral irreversível, mas em seu ventre cresce uma vida. Apesar da fragilidade da situação, há uma possibilidade de ela dar à luz o tão aguardado filho. No entanto, com a mesma força com que desejou um filho, Elle se opunha a manter uma vida artificialmente. Se ela pudesse decidir, o que falaria mais alto? Escrito com sensibilidade e compaixão, Um pedido às estrelas é uma emocionante história que levanta profundas reflexões sobre vida e morte, fé e ciência, e ilumina o poder do amor para ferir... e curar.

© BLOG CORAÇÃO DE LEITORA. Todos os direitos reservados.
Editado por: VICTÓRIA DANTAS.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo