Entrelace: Caminhos que se cruzam ao acaso




“(...) Mas será que era certo acabar com um amor tão grande por um motivo
tão fútil?”


Este é o grande questionamento dessa história, ao qual irei apresentar à vocês.
Carol e Henri se conheceram através de um bate papo e desde então, aquela amizade se
transformara em amor, mesmo unidos apenas virtualmente.
Havia dois anos que aquele relacionamento era construído e, os planos junto com as juras
de amor estavam nos corações dos dois apaixonados.
Porém, este grande amor estava prestes a se por à prova.

Henri havia sofrido um acidente à cerca de vinte anos e isso o tornou paraplégico. Apesar
de suas limitações, ele era um homem independente, que vivia sua vida sozinho,
trabalhava e também estudava. Ele é um homem comum, bem resolvido aos olhos de
qualquer pessoa sem preconceito.
Já Carol é uma mulher muito insegura e preconceituosa.  


O primeiro encontro dos dois, onde tudo poderia se firmar vai por água abaixo pelo
preconceito de Carol. Ela trata duramente Henri e não aceita sua deficiência. Isso claro,
deixa Henri transtornado e muito magoado. E como não ficar decepcionado com seu grande
amor, sendo que ele sempre fora sincero?


Apesar dos apesares, Carol e Henri tentam seguir a vida depois disso, tentando esquecer
totalmente aquele trágico dia. Mas não pense você que tudo ficaria assim. O destino de
ambos está mais que entrelaçado e eles irão se reencontrar.
E dessa vez, terão que trabalhar juntos. O que nos faz pensar em: finalmente eles
poderiam se conhecer melhor e acabar com o preconceito de Carol?
Será que o amor é mais forte que um preconceito? As pessoas podem mesmo superar
isso?


Uma história incrível. Para quem me conhece, sabe que gosto de um bom livro de drama,
que mexa com meu coração e os meus sentimentos. E toda essa situação mexeu demais
comigo e, eu vou explicar por quê.
Primeiramente pela situação de Henri. Como fiquei sem palavras por ver sua superação,
por ver que independente das coisas e das circunstâncias, ele era quem ele queria ser,
sem ter vergonha de nada, sem se esconder por causa dos preconceitos alheios.
Segundo porque eu me vi no chão ao ver a dor que ele sentiu ao ser rejeitado por um
motivo TÃO idiota.  Meu Deus! Que coisa triste! O pior é pensar que existem pessoas
assim!!!
E terceiro: porque eu acredito que ele pode ter um final feliz SIM!
Diana, escreveu uma história cheia de detalhes, de dor, de amor não correspondido e de
superação. Acredito que Henri só pela sua força de vontade é sinônimo de superação sim!
Que personagem de força!

Sobre Carol, eu muitas vezes tentei entendê-la. Muitas vezes senti que ela queria apenas
encher seu ego e de “quebra” pisar no coração de alguém que a amava tanto.
Antes de dar qualquer spoiler com mais algum comentário, eu quero dizer o quanto estou
sem palavras pela história que li. Mexeu com meu coração demais. E ficou aquela reflexão
de que devemos superar nossos preconceitos, toda pessoa merece AMOR, toda pessoa
independente da forma que ela esteja merece ser amada.
Henri, saiba que você tem um lugar no meu coração! Você me cativou e me conquistou
desde o inicio.


Foi incrível conhecer essa história e entender um pouco mais sobre as dificuldades e a
vida de uma pessoa com deficiência de Henri. Eu não posso imaginar o quanto as pessoas
sofrem com o preconceito e a falta de mobilidade pelas ruas, praças e outros lugares.
Fica dica aqui um livro nacional tão maravilhoso! Perfeito para se iniciar um ano cheio
de amor e empatia para distribuir à todos em nossa volta.
Grande beijo!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Informações sobre o livro:
Entrelace: Caminhos que se cruzam ao acaso —  Diana Scarpine| | 485 páginas

Sinopse: Carol é uma mulher insegura e preconceituosa, que tem um relacionamento virtual com Henri, um homem forte e independente, que enfrenta as adversidades que a vida lhe impõe. Aparentemente apaixonados, embora nunca tenham se visto pessoalmente, eles anseiam transpor o namoro virtual para o real, mas o tão sonhado primeiro encontro não acontece como planejaram e eles rompem o relacionamento. Por mais que tentem se manter afastados, os destinos de Henri e Carol foram irremediavelmente entrelaçados e seus corações, unidos pelo amor, mas implacavelmente afastados pelo preconceito. O amor será capaz de vencer esse profundo e intenso embate contra o preconceito? Ou o preconceito será capaz de subjugar o amor presente no coração de uma mulher?
© BLOG CORAÇÃO DE LEITORA. Todos os direitos reservados.
Editado por: VICTÓRIA DANTAS.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo