Resenha: Toma-me



Mia estava perdida. Não existia solução para sua vida a não ser um milagre. A garota teve
que morar na rua depois da trágica morte dos seus pais. Ela perdeu tudo que ainda tinha
quando tudo aconteceu por causa das dívidas da família e o que restou? Absolutamente
nada.
Os amigos afastaram e sua única família estava morta. Restou a Mia morar nas ruas de
Seattle. E não pense que é tão simples assim. Sem onde cair dura e ter onde comer, ela
começa a passar por sérios problemas além da fome. Fugir deles não será fácil.



Eis que um dia tudo estava prestes a mudar. Mia conhece Connor. Um cara rico e muito bem
sucedido, que apesar de sua arrogância e seu jeito de ser duro, tem empatia com a pobre
garota. Ele a salva de um dos seus maiores pesadelos e de quebra, ainda paga uma refeição.


Enquanto Mia dormia em um profundo sono, Connor a leva para sua casa para dar uma
chance de Mia recomeçar e se reerguer. Ele está disposto a contratar a jovem como sua
governanta para que ela finalmente tenha chances de mudar de vida.


Conviver com Connor não é simples. Ele é um cara que apesar de bom coração, é um
homem despedaçado, o que o torna frio e um pouco arrogante. Connor e Mia vivem batendo
de frente e isso deixa ele muitas vezes confuso.


“(...)me apaixonei por um ogro, por alguém que no começo me desprezou
tanto, mas o que posso fazer? Não mando no meu coração. Apaixonei-me no
momento em que ele me salvou no beco atrás do restaurante. No instante que
olhei nos seus olhos percebi que estava perdida.”


O romance é construído daí com muitos momentos bem tensos e intensos. O livro é de certa
forma triste, até porque tem vários acontecimentos que abalam o coração. Porém ele é
cheio de voltas e reviravoltas, superação e amor.


O personagem coadjuvante de maior destaque neste livro para mim sem dúvidas foi Henri.
Ele foi um personagem super engraçado, leve e cativante, que trouxe equilíbrio nos
sentimentos da história.


O livro é da Editora Sonho de Livro e está impecável, muito bem produzido e de excelente
gosto. Adquira já o seu!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Informações sobre o livro:
Toma-me —  Lysa Moura | Editora Sonho de Livro | 433 páginas
Sinopse:
Ela não tem nada.
Ele tem tudo.
Ela morava na rua.
Ele em uma mansão.
Ela é quente.
Ele é frio.
Ela tem coração.
Ele não.
Ela precisa ser amada.
Ele precisa amar.
Ela estava no fundo do poço.
Ele a salvou.

Mia Black perdeu tudo que tinha, agora morando na rua, ela faz de tudo para sobreviver, seus sonhos
foram despedaçados, sua vida foi se desmoronando até que nada lhe sobrasse, apenas a dignidade.
Ela sabe quais são os seus limites e até onde ela pode ir para viver. Perdida em um mundo onde só
sobrevive quem for mais forte, Mia aprende que a confiança é a única coisa que ela pode ter e que
quando você realmente confia em alguém, esse alguém pode ser seu porto seguro. Mas o que é preciso
passar para poder confiar?

Connor Willians é um homem frio que não mede esforços para conseguir o que quer, e também não tem
pena de nada, nem ninguém, e para ele é; se você quer algo corra atrás, se não morra de fome, até que
tudo o que ele acreditava se perder em uma simples e bela moradora de rua.

© BLOG CORAÇÃO DE LEITORA. Todos os direitos reservados.
Editado por: VICTÓRIA DANTAS.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo