DUFF - Designated Ugly Fat Friend

By Thaís Muniz - 07:30:00













DUFF
Kody Keplinger


Olá leitores, o livro de hoje aborda um temas muito interessantes na vida de um adolescente: Padrões de beleza, autoaceitação e problemas no casamento dos pais!  Neste livro vamos conhecer Bianca, a garota taxada de DUFF!

Bianca é a garota menos atraente do seu grupo de amigas. O tipo de garota que se passa despercebida e que não se destaca: “A feia e a mais gordinha”.
Mesmo que Bianca não se enquadre no “padrão” de beleza, ela também não liga muito para as aparências.  (Vamos especificar que o “padrão” de beleza deles é uma magra com peitões! E Bianca tem peito pequeno e bunda grande.)

Em uma noite com suas amigas, enquanto ela observava as amigas dançarem na pista, o garoto mais popular, lindo, rico, que se acha demais (vulgo que tem muito ego e autoconfiança) aparece do lado de Bianca. Ahh Wesley... (safadão? É, definitivamente! hahahaha)

Brincadeiras a parte, nosso gato já joga na cara de “B.” que ela é uma Duff! Pois é amigos… Insensível não? Chegar para uma garota e dizer que ela a  garota menos atraente do seu grupo de amigas e que as amigas dela são maravilhosas? E que ele queria demonstrar que era “gentil” com ela, para possivelmente uma das amigas dela ir pra cama com ele? BABACA! É aí que nossa história começa…

Depois de ficar extremamente aborrecida com Wesley, apesar dela ter um baita sarcasmo, ela finge não se abalar apesar que a palavra “Duff” não sai da sua cabeça!
Mas nossa história não envolve apenas o preconceito sobre os padrões de beleza. Bianca vive uma situação em casa que talvez muita gente vive por aí… Primeiramente sua mãe é ausente, que parece preferir ficar longe de casa. O que a gente pensa no que pode acontecer né? Um divorcio…
Bianca vê seu pai sofrer pela situação, com a esperança que a esposa viaje menos e fique com a família. Apesar de querer tentar ajudar o pai e consolá-lo, ele prefere ficar sozinho e diz para Bianca ir se divertir com as amigas.
Mesmo Bianca não estando muito animada, ela vai mesmo assim. Wesley claro que aparece e tenta saber o que está acontecendo, mas Bianca não quer papo! É... não é um bom dia!
Eis que o inevitável acontece: Bianca da um baita beijo em Wesley (como rota de fuga dos problemas). O pior de tudo, é que ela gostou do beijo! hahahaha

O livro claro, flui facilmente e é impossível não gostar de Bianca. O livro destaca em outros pontos na vida de Bianca, além do possível romance dela com Wesley. O casamento de seus pais está se desfazendo e é algo que ela tenta esconder e fingir que isso não está te chateando.

Bianca demonstrou ser uma personagem muito madura e é legal ver como ela lida com as coisas. Seu envolvimento com Wesley  flui naturalmente, apesar deles trocarem farpas em público (enquanto escondido…. hahahaha). Mas ela ainda diz que o odeia! #AchoQueTemAlguémSeApaixonando!

Ela esconde toda a situação sobre o casamento dos seus pais e seus encontros escondidos com Wesley de suas amigas, que acabam estranhando o comportamento dela e se distanciando também.

Eu adorei a ideia deste livro, que mostra a aceitação da personagem sobre si, os padrões de beleza que a sociedade impõe e os problemas com a família dentro de casa. É coisas que geralmente acontecem fora da ficção. Pensamentos e fases que os adolescentes passam… A autora acertou em cheio! Recomendo.


Esta resenha você também encontra no

blog Doce Leitura.



- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Informações sobre o livro:
DUFF
Kody Keplinger
Editora Globo Alt
328 páginas
Bianca Piper não é a garota mais bonita da escola, mas tem um grupo leal de amigas, é inteligente e não se importa com o que os outros pensam dela (ou ela acha). Ela também é muito esperta para cair na conversa mole de Wesley Rush - o cara bonito, rico e popular da escola - que a apelida de DUFF, sigla em inglês para Designated Ugly Fat Friend, a menos atraente do seu grupo de amigas. Porém a vida de Bianca fora da escola não vai bem e, desesperada por uma distração, ela acaba beijando Wesley. Pior de tudo: ela gosta. Como válvula de escape, Bianca se envolve em uma relação de inimizade colorida com ele. Enquanto o mundo ao seu redor começa a desmoronar, Bianca descobre, aterrorizada, que está se apaixonando pelo garoto que ela odiava mais do que tudo.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários