POSTS RECENTES

O Ar Que Ele Respira




O Ar Que Ele Respira

Brittainy C. Cherry

"As vezes, a pior parte de existir sem a pessoa que amamos é ter que se lembrar de respirar"


Duas pessoas, dois corações completamente despedaçados. Esses eram os corações de Elizabeth e Tristan. Arrasados pelo luto, tentando continuar a viver, ou a sobreviver com a dor.


Elizabeth se tornou viúva depois que seu marido sofreu um acidente de carro. E logo após o acidente, ela resolveu passar um tempo na casa de sua mãe. Não satisfeita de viver lá, e claro ainda infeliz, Liz resolve voltar para sua casa um ano após o acidente. Recomeçar a sua vida sem Steven, apenas com sua filha de apenas cinco anos.

“Eu a amava mais do que poderia imaginar. Se não fosse por ela, com certeza já teria me rendido ao luto. Emma salvou a minha vida.”

Tristan Cole, um homem que após a morte de sua esposa e seu filho se tornou completamente outra pessoa. Virou um cara solitário, triste e mau educado. Comprou uma casa e mudou-se de cidade.

O primeiro encontro nada bacana desses dois é quando Liz chega na cidade e tem um incidente com o cachorro de Tristan. Logo após descobre que aquele homem tão mal educado e de olhos sombrios é seu vizinho.
Os próximos encontros desses dois também não são agradáveis, Liz tenta ser gentil e ser amiga daquele homem misterioso, enquanto Tristan não tem pena de ser desagradável. Então a todo momento eles brigam. Até que certo dia descobrem que compartilham da mesma dor.

 “(...) A solidão reconhecia solidão. E hoje, pela primeira vez consegui enxergar o homem por trás da barba.”


A partir deste momento eles percebem que tem uma coisa em comum e então eles começam a se envolver. O que poderia ser um envolvimento como “superação”, na verdade é mais para usar o envolvimento como “conforto”, usando um ao outro para sexo, tentando deixar vivo aquele sentimento pelos entes queridos, como reviver lembranças, tentar sentir o amado/a pelo menos por um momento. E por mais que a necessidade de senti-los novamente, eles não irão voltar. O que ficou foi o amor, a saudade, as lembranças e a necessidade de tê-los mais uma vez.

“(...) Céus, como sentia falta daquilo. Sentia falta de beijar. A sensação de estar nos braços de alguém, de se agarrar a essa pessoa para não cair no abismo. O Calor que toma conta da sua pele quando outra pessoa te fornece o ar para respirar naquele momento.”

Mas o que aquela relação era para ser apenas o conforto, para mentir para si mesmos, acaba se transformando em algo especialmente real. Mas o futuro é incerto, e esse livro trás várias reviravoltas.

É um livro para te tirar o ar. Um livro que te envolve e te faz sentir os sentimentos dos personagens. Dá vontade de abraçá-los e não soltar mais. Escrito em primeira pessoa e por partes de Elizabeth e Tristan, o que torna mais intimo e envolvente.
Os personagens secundários também se destacam, como Emma e Faye, que dão o ar da graça ao livro. Impossível não rir com elas.

Mas apesar que a base do livro é a dor sentida pelos personagens, ele também nos deixa com algumas reflexões.
Um livro que mostra que por mais que as pessoas tenham perdido completamente o rumo da vida depois de um momento trágico, é que elas podem superar tudo aquilo que elas já viveram de ruim e finalmente encontrar o seu novo caminho.
Super recomendo! E que venha o próximo livro. Porque esse, já tem meu coração!

“As pessoas falam muito e se atrevem a dar conselhos sobre como superar o luto. Elas dizem que você não deve namorar por anos, que deve esperar o tempo passar, mas a verdade é que não existe tempo para o amor. A única coisa que importa para o amor é a batida do coração. Se você o ama, não deixe isso te atrapalhar. Apenas se permita sentir novamente.”


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Informações sobre o livro:
O Ar Que Ele Respira
Brittainy C. Cherry
Editora Record
308 páginas


Sinopse: O novo romance da autora de Sr. Daniels.Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.
© BLOG CORAÇÃO DE LEITORA. Todos os direitos reservados.
Editado por: VICTÓRIA DANTAS.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo