POSTS RECENTES

Coluna da Autora Lilian Freitas - Apenas Um Dia


APENAS UM DIA

Autora – Gayle Forman.
Editora – Novo Conceito.
Pág. – 382.
Skoob - AQUI.

Sinopse: A vida de Allyson Healey é exatamente igual a sua mala de viagem: organizada, planejada, sistematizada. Então, em uma viagem de formatura para a Europa, ela conhece Willem. De espírito livre, o ator sem destino certo é tudo o que Allyson não é. Willen a convida para adiar seus próximos compromissos e ir com ele para Paris. E Allyson aceita. Essa decisão inesperada a impulsiona para um dia de riscos, de romance, de liberdade, de intimidade: 24 horas que irão transformar a sua vida.
Apenas um Dia fala de amor, mágoa, identidade e sobre os “acidentes” provocados pelo destino, mostrando que, às vezes, para nos encontrarmos, precisamos nos perder primeiro ... Muito do que procuramos está bem mais perto do que pensamos.

                             
                                                                          Minha Resenha
   
    Allyson é uma jovem que está na Europa, na companhia da sua amiga Melaine, visitando as principais cidades europeias e fazendo parte de alguns programas com outros jovens nos principais pontos turísticos. Até que elas esbarram com um grupo de teatro e Allyson se sente imediatamente atraída por um dos artistas do grupo. Elas acabam indo ao espetáculo do grupo e lá ela se interessa por Willem, o que Allyson não imagina é que a partir desse encontro sua vida vai mudar para sempre.
   
    Quando elas embarcam no trem para ir a Londres, Allyson encontra com Willem e surge entre eles uma afinidade instantânea e, como ela não foi a Paris por causa de um contra tempo, Will se oferece para leva-la até lá. Ela aceita e juntos eles iram viver uma aventura inesquecível que transformará profundamente a vida e o futuro deles.

   Will rapidamente dá um apelido para Allyson e passa a chama-la de Lulu, justificando que ela se parece com uma antiga atriz de filmes mudos americana e isso faz com que ele não saiba qual é o seu nome verdadeiro, pois ao ganhar esse apelido Allyson se identifica com o nome e assume uma personalidade mais atrevida se transformando de fato na Lulu de Will.

    Quando eles se conhecem fica mais claro para nós leitores como Allyson se sente infeliz e insegura principalmente pelo fato de ser sufocada pela mãe, ela tenta de todas as formas ser a filha perfeita mesmo que para isso ela tenha que sufocar seus sonhos e desejos para agradar seus pais, porém, quando ela aceita o convite de Will para ir para Paris ela se sente livre e em apenas um dia vai viver o que ela se negou a viver durante toda a sua vida.

   Vou ser sincera em dizer que a Allyson ou Lulu não me pegou, por mais que eu tentasse me afeiçoar por ela não consegui, mas o Will, esse sim tem um charme encantador e um espírito tão livre que dá vontade de pegar a mochila e sair viajando com ele. Mas isso também não me fez deixar de torcer por ela, pelo contrário, durante todo o livro desejei que tudo desse certo que todo o sofrimento que a coitada passou chegasse ao fim, mas como nem tudo é do jeito que queremos a pobrezinha sofreu até a última página.

    As descrições que a autora apresenta dos locais que eles passam são incríveis e faz com que o leitor se sinta transportado para todos os ambientes relatos por ela e o paralelo que ela faz com as histórias de Shakespeare e as situações da vida real é maravilhoso e sensacional. Eu amei.

    Um ponto extremamente positivo do livro é Dee, um amigo que Allyson faz na faculdade. Ele é um personagem que se eu pudesse transformaria em realidade e faria dele meu amigo. Dee aparece justamente em um momento em que a história dá uma caída e fica meio lenta e sem graça, foi uma jogada de mestre da Gayle, colocar um personagem tão forte e carismático pra ajudar a mocinha. E é com o incentivo dele que ela decide voltar a Paris e procurar pelo homem que roubou seu coração. Indo pra lá, ela vai embarcar em muitas aventuras e conhecer pessoas interessantes que ao conhecerem sua história de amor irão ajuda-la a reencontrar Will.

   O frustrante de tudo é que o livro termina na melhor parte e nós ficamos com o coração na mão tentando entender se vai dar certo ou se a coitada vai se decepcionar. A autora foi muito má com nós leitores deixando todos desesperados para saber o que vai acontecer. Mas eu já vou adiantar que no próximo livro a coisa vai esquentar, porque tenho certeza que esse vai ser adrenalina pura do início ao fim. Estou mais do que ansiosa pra chegar logo o outro quero muito saber o que vai rolar nessa linda história desse casal lindo.

Um abraço e até a próxima.

Sobre a colunista:

Lilian Freitas é uma leitora compulsiva que costuma ler vários livros ao mesmo tempo e não consegue ficar longe deles nem por um dia. Para ela qualquer lugar é uma oportunidade única de não só ler, mas de mostrar as pessoas seu amor pela leitura. 
"Falar dos livros é experimentar a oportunidade de liberdade que eles proporcionam."



© BLOG CORAÇÃO DE LEITORA. Todos os direitos reservados.
Editado por: VICTÓRIA DANTAS.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo